Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

Notícias | RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

Projeto RCAAP atribui prémios de reconhecimento no seu 10º aniversário

Quarta, 19 Dezembro 2018 14:27

No âmbito das comemorações do 10º Aniversário do Projeto RCAAP foram atribuídos quatro prémios de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelas Instituições de Ensino Superior, nos diferentes subsistemas:

Prémio 1 - Mr. / Miss Certinho/a  Premeia as instituições com maior taxa de cumprimento do Depósito Legal

  • Foi considerado um fator de dimensão (+ de 300 registos no RENATES);
  • Critério de desempate pelo maior número de registos no RENATES.

Foi atribuído um prémio por subsistema de ensino de acordo com o seguinte cálculo:

Origem dos dados - base de dados RENATES;

Data de extração dos dados - 09/11/2018;

Cálculo com base nos seguintes indicadores:

A - Nº total de registos no RENATES por instituição (T&D);

B - Nº total de de registos no RENATES validados com HANDLE no RCAAP.

Taxa de cumprimento = B / A

Os vencedores foram:

Prémio 2 - Mr./Miss Repositório  Premeia a instituição com melhor imagem de Repositório

 

  • Votação pela comunidade a partir de printscreens da home page dos repositórios realizada a 17 de outubro;
  • Votação entre 22 de outubro e 19 de novembro;
  • 1 voto por responsável de repositório;
  • Não foi permitido votar no próprio repositório;
  • Venceu o repositório com maior número de votos.

Dessa votação resultaram quatro finalistas (RIA, Estudo Geral, UTAD, UBibliorum), sendo que o vencedor foi o Estudo Geral - Repositório Institucional da Universidade de Coimbra.

Prémio 3 - EternidadePremeia a instituição com melhor score na auditoria final à norma ISO 16363 que analisa a confiança dos repositórios digitais, nomeadamente na capacidade de gerir e preservar o seu conteúdo a longo termo.

  • Considera os repositórios SARI envolvidos na auditoria (25) por uma entidade externa a janeiro e fevereiro 2015 que analisou as 3 áreas da norma (Gestão do Serviço, Gestão dos Objetos, Infraestrutura e Segurança).

Os Vencedores foram o Instituto Politécnico de Castelo Branco e a Universidade do Algarve.

Prémio 4 - Exportador de Ciência Premeia as instituições com maior número de downloads a partir de origens externas

  • Os valores apurados foram obtidos a partir do módulo de estatísticas dos repositórios que disponibilizam essa informação de forma pública e dizem respeito ao período entre novembro de 2017 a outubro 2018.
  • Foi considerado um fator de dimensão com base nos seguintes valores:
    • 3.000 registos depositados para instituições de ensino superior público ou privado com repositórios próprios ou SARI;
    • 1.000 registos depositados para instituições de I&D e Hospitalares;
    • 500 registos depositados para instituições do Repositório Comum;
  • Critério de desempate pelo maior número de depósitos.
Foi atribuído um prémio por subsistema de ensino mais um prémio para a categoria Hospitais e Institutos de I&D, de acordo com o seguinte cálculo:
  • Origem dos dados - Módulo de estatísticas disponibilizado pelos Repositórios (para os que disponibilizam esta informação);
  • Data de extração dos dados - 15/11/2018;
  • Cálculo com base nos seguintes indicadores:
  • A - Nº de documentos depositados-; 
  • B - Nº de dw em PT; 
  • C - Nº de dw de origem desconhecida; 
  • D - Nº de dw não PT = A - B - C.

Maior Exportador de Ciência = Valor absoluto de D

Os Vencedores foram:

Em jeito de homenagem a um líder que dedicou grande parte da sua carreira profissional à disseminação do Acesso Aberto, foi entregue um quinto prémio, denominado de: Líder espiritual do Acesso Aberto

Premeia Eloy Rodrigues, diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho desde 2002. Em 2003, liderou a criação do RepositoriUM. Desde julho de 2008 lidera a equipa da Universidade do Minho que operacionaliza, em parceria com a FCT|UCCN, o RCAAP. Ao nível europeu, é membro do EUA Expert Group on Science 2.0/Open Science em representação do CRUP, e tem coordenado a participação da Universidade do Minho em mais de uma dezena de projetos financiados pela UE. Em abril de 2015 foi eleito Presidente do Conselho Executivo da Confederation of Open Access Repositories (COAR) tendo sido reeleito em maio de 2018 para o mandato de 2018 a 2021. Na última década participou em mais de meia centena de palestras, seminários e outras ações de divulgação ou formação sobre o Acesso Aberto e a Ciência Aberta na Europa , em África, na América, na Ásia (China e Japão) e na Oceânia (Austrália).

Novas funcionalidades do DSpace implementadas nos SARI’s

Sexta, 14 Dezembro 2018 11:21

Nos últimos dias os Repositórios Institucionais integrados no serviço SARI do Projeto RCAAP, assentes na plataforma DSpace, têm sido dotados com funcionalidades que promovem a interoperabilidade entre sistemas, permitindo a introdução de identificadores de autores ao nível dos registos, a adoção das novas guidelines do OpenAIRE e métodos adicionais de autenticação, o CiênciaID.

A introdução destas funcionalidades serão potenciadas pelo novo Portal RCAAP e traduzir-se-ão no lançamento de novos serviços como sejam, por exemplo, perfis de autores com informação agregada da sua produção científica, informação sobre projetos financiados, afiliação de autores, possibilidade de auto depósito a partir de outros sistemas, entre outras.

Depois de um período de testes e de uma fase piloto com os repositórios de três instituições (Universidade Católica Portuguesa, Instituto Politécnico de Castelo Branco e Universidade Aberta, até ao início da próxima semana as funções anteriormente identificadas entrarão em fase de produção em todos os repositórios.

Para saber mais informações sobre este processo de implementação e qual o seu impacto nos atuais procedimentos relacionados com o depósito e a gestão de utilizadores nos repositórios, consulte o webinar introdutório sobre “Novas funcionalidades do DSpace” na plataforma eLearning do Projeto RCAAP,nas disciplinas: SARI – Repositórios Institucionais ou Repositório Comum.

Mais de 20 000 registos disponíveis no Repositório Comum

Quarta, 14 Novembro 2018 11:05

Com mais de 20 000 registos disponíveis de 74 instituições aderentes o Repositório Comum continua a crescer.

Desdobrando o número, o qual resulta do depósito de documentos por parte das instituições, neste repositório 93,84% dos registos encontram-se em Acesso Aberto, sendo as dissertações de mestrado a liderar a tabela no tipo de documento com 54,58%. Em 84,91% o português é o idioma em que se regista mais depósitos.

Trata-se de um serviço gratuito disponibilizado pelo Projeto RCAAP (Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal) e destina-se aos investigadores afiliados em instituições do sistema científico nacional (designadamente, centros de investigação públicos ou privados, universidades, institutos politécnicos) que não possuam repositório institucional próprio. Através do Repositório Comum, esses investigadores passam a dispor de um local onde podem arquivar e tornar acessível a sua produção científica (artigos publicados, comunicações aceites e publicadas em conferências, teses de doutoramento e dissertações de mestrado aprovadas).

Aderir ao Repositório Comum converte-se numa forma rápida e célere de se associarem ao movimento do Acesso Aberto, integrar o Projeto RCAAP e de ter acesso a ferramentas, contextos e experiências para servir de base a um repositório próprio, para além da visibilidade e impacto que esta integração acarreta para a produção científica dos próprios autores.

Informações mais detalhadas sobre o Repositório Comum podem ser encontradas aqui ou questionadas através do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Decorre de 22 a 28 de outubro a Semana Internacional do Acesso Aberto

Segunda, 22 Outubro 2018 10:24
Arranca hoje a Semana Internacional do Acesso Aberto, evento global com atividades à escala local, que tem como objetivo disseminar o Acesso Livre ao Conhecimento, com o lema: Designing Equitable Foundations for Open Knowledge.

 

Esta iniciativa teve início em 2007 com um “dia do acesso livre” e desde 2009 que tem vindo a crescer tendo sido prolongada e transformada em “Semana do Acesso Aberto”.

Como tem sido habitual, trata-se de um evento promovido pelo SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition). Toda a informação relacionada com a atividade internacional está disponível em www.openaccessweek.org.

A adesão do Projeto RCAAP a esta iniciativa ocorre no âmbito das suas atividades de comunicação. Tem como propósito reunir sinergias para fazer desta semana, um evento significativo a nível nacional, com impacto no meio científico e académico e, deste modo, reforçar a importância dos repositórios institucionais e, em consequência, promover o Acesso Aberto em Portugal.

Recomendamos que todas as Instituições / Revistas nos façam chegar, em diferentes formatos, todas as atividades que pretendem realizar neste âmbito.

Convidamos cada um de vós a consultar o website, a reutilizar os materiais promocionais e a consultar e aplicar o kit de apoio à divulgação da OAW, ferramentas produzidas no âmbito do grupo de trabalho de divulgação do projeto RCAAP.

As iniciativas individuais ou coletivas são importantes!

Saibam +  em:

http://www.acessolivre.pt/semana/

https://www.facebook.com/rcaap

Mais de meio milhão de documentos, de recursos nacionais, no Portal RCAAP

Quinta, 18 Outubro 2018 13:35
Mais de meio milhão de documentos agregados pelo portal, no ano em que o Projeto RCAAP (Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal) comemora o seu 10º aniversário.

 

Este número resulta de 148 recursos nacionais, dos quais 24 são Repositórios Institucionais com gestão própria, 28 SARI's (Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais), 75 Revistas Científicas com gestão própria, 20 SARC's (Serviço de Alojamento de Revistas Científicas) 1 Repositório de Dados Científicos.

 

O Portal constitui-se como um ponto único de pesquisa, localização e acesso a milhares de documentos de caráter científico e académico o que faz com que a pertinência destes dados só se consiga com a envolvência de toda a Comunidade, quer sejam investigadores, docentes, dirigentes e gestores /técnicos. Estes dados justificam, certamente, o reconhecimento e visibilidade que o projeto RCAAP detém, contribuindo em larga escala para a incrementação do Acesso Aberto em Portugal e no mundo, em 10 anos de existência.

 

Desafiamos a Comunidade a consultarpartilhar e questionar ainda mais o projeto RCAAP. Queremos audácia!!!