Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

Notícias | RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

CALL VII: Conferência Luso Brasileira de Acesso Aberto

Quinta, 03 Setembro 2015 10:34

Informa-se todas as Instituições do sistema científico e de ensino superior nacional que se encontra aberto o período para apresentação de candidaturas para acolhimento da 7ª Conferência Luso Brasileira de Acesso Aberto.

As conferências Luso Brasileiras de Acesso Aberto surgiram na sequência do Memorando de Entendimento assinado entre os Ministérios da Ciência e Tecnologia de Portugal e do Brasil em outubro de 2009. A primeira foi organizada em 2010 pela Universidade do Minho e a sexta irá realizar-se-á de 4 a 7 de outubro de 2015 em Salvador da Bahia, Brasil.

Estas conferências pretendem reunir as comunidades brasileiras e portuguesas que desenvolvem actividades (pesquisa, desenvolvimento, gestão de serviços, definição de políticas, etc) relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento científico.

As instituições que estejam interessadas em acolher a 7ª Conferência Luso Brasileira de Acesso Aberto deverão, até ao dia 7 de setembro de 2015, comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio eletrónico para o endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , com os seguintes elementos:

  1. Nome e breve caracterização da Instituição;
  2. Motivação para acolherem a conferência;
  3. Composição da comissão organizadora local (1 a 2 elementos) que será responsável por, em articulação com a comissão organizadora permanente portuguesa e brasileira, organizar a conferência;
  4. Caracterização dos espaços considerando que: 

a) É necessário um auditório com capacidade para cerca de 250 pessoas;

b) São necessários espaço(s) junto ao local da conferência para afixação dos posters, para a realização de coffee breaks e de almoços e para o registo dos participantes;

c) É desejável dispor de outra sala/auditório com capacidade para cerca de 100 pessoas (para o caso de ser necessário realizar sessões paralelas)

d) É desejável dispor de 1 ou 2 salas pré/pós evento, com capacidade para entre 50 e 100 pessoas, para eventuais tutoriais/oficinas conferência;

5. Caracterização dos serviços de áudio e vídeo indicando não apenas as principais características do equipamento disponível em cada um dos espaços com também os potenciais recursos para os operarem;

6. Confirmação da disponibilidade em assegurar as actividades de logística considerando que é necessário tratar dos aspectos relacionados com as inscrições e coffe-breaks de todos os participantes; o alojamento, viagens e refeições dos convidados; o merchandising (pastas/mochilas, pendurantes/crachats e eventualmente outros materiais) e ainda materiais de promoção, divulgação e sinalética bem como a relação com potenciais patrocinadores;

7. Custos a suportar pela FCT / FCCN. Considerando uma estimativa global dos custos totais do evento (viagens e alojamento de convidados, merchandising e materiais de promoção, coffee-breaks, refeições dos membros da comissão organizadora, científica e convidados, etc.), a existência de eventuais patrocínios e de suporte financeiro da própria instituição, quais os custos que teriam de ser suportados pela FCCN.

A FCCN assegurará a gravação e difusão do evento bem como a disponibilização da plataforma de gestão da conferência. 

 

CALL 2: Revistas para SARC

Quarta, 27 Maio 2015 15:30

Informam-se as entidades editoras de revistas científicas que, de 27 de maio a 17 de junho de 2015, se encontra aberto o período de manifestação de interesse e candidatura ao Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) do Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP).

O SARC é um serviço que oferece um conjunto de serviços associados ao alojamento de revistas científicas, tais como a gestão e manutenção das infra-estruturas (equipamentos esoftware base) e das aplicações de suporte à gestão e operação das revistas científicas (ciclo de vida editorial e disponibilização de conteúdos).

O SARC inclui o apoio inicial à parametrização das aplicações de gestão e operação das revistas científicas, o serviço de apoio (helpdesk) e ações de formação destinadas aos gestores e administradores de revistas científicas.

Estão excluídos do SARC todas as tarefas relacionadas com a componente editorial e de design da revista.

As entidades editoras que estejam interessadas em alojar as suas revistas científicas no SARC deverão comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio electrónico para o endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar com os seguintes elementos:

  • 1 – Nome da instituição;
  • 2 – Breve caracterização da revista – 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a revista: título da revista, periodicidade (meses de publicação), nome da entidade editora, área científica, ISSN, ISSN, Online (se aplicável), URL do sítio web da revista (se aplicável), períodos de embargo ao acesso aberto aos artigos (se aplicável), política de copyright, corpo editorial, política editorial (com/sem revisão),números publicados, número de artigos publicados nos últimos 3 anos;
  • 3 – Breve caracterização da entidade editora – nome da editora, natureza e enquadramento organizacional (editora universitária, associação científica, etc.) e revistas publicadas;
  • 4 – Identificação e contactos do responsável pelo projecto de alojamento
  • 5 – Assinatura e aceitação da declaração de compromisso que caracteriza o serviço e define as responsabilidades da entidade gestora.

A candidatura será considerada elegível se cumprir todos os critérios de elegibilidade que se seguem:

  1. Publicação científica periódica, publicando maioritariamente artigos científicos (sem prejuízo da publicação de outras tipologias como notícias, recensões, cartas, revisões de literatura, etc.);
  2. Publicação de uma entidade portuguesa ou sedeada em Portugal;
  3. Publicação em acesso aberto da versão digital (sem prejuízo da existência de outras edições)

O processo de seleção privilegiará as publicações que reunirem os seguintes requisitos:

  1. Revisão por pares dos artigos publicados;
  2. Existência de um conselho editorial com composição pública;
  3. Maior longevidade da publicação;
  4. Maior número de artigos publicados nos últimos 3 anos;
  5. O processo de seleção terá ainda em conta a preocupação de se assegurar a maior diversidade possível de áreas científicas e de entidades editoras.

    Da análise das manifestações de interesse resultará a seleção. Os resultados serão comunicados a todas as entidades editoras que apresentem manifestações de interesse. As entidades editoras que não sejam selecionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que, mediante confirmação, integrarão a próxima fase de manifestações de interesse, para a seleção de mais instituições, que previsivelmente, ocorrerá durante o próximo ano.

    Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projecto RCAAP através do endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Nova versão do Validador RCAAP disponível para testar

Quarta, 08 Abril 2015 08:12

Desenvolvido com base na experiência anterior, convidamos a Comunidade RCAAP a testar a nova versão do Validador que tem como particularidade analisar os respetivos recursos de forma personalizada e integrada.

Trata-se de uma ferramenta fundamental para conferir o grau de conformidade de um repositório / revista com as diretrizes desenvolvidas no âmbito do projeto RCAAP.

Introduz novos contextos de validação ao nível da possibilidade de escolha de um determinado conjunto (set), integra uma nova interface e é traduzido para inglês para que se torne disponível  e acessível aos gestores de repositórios internacionais.

Com esta nova versão o Validador torna-se numa ferramenta mais flexível, com novos contextos de validação, permitindo criar uma validação personalizada, enquadrando-se com os requisitos da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e dando cumprimento, por exemplo, às diretrizes OpenAIRE.

Saiba + em:

hdl.handle.net/1822/30489

Open Access Week 2014

Quarta, 15 Outubro 2014 14:54

Irá decorrrer de 20 a 26 de outubro de 2014 a Semana Internacional do Acesso Aberto (Open Access Week), enquadrada na iniciativa internacional promovida pela SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition) que tem como objetivo disseminar o Acesso Aberto.

Tal como aconteceu em anos anteriores, contamos que os repositórios institucionais / revistas nos façam chegar todas as atividades desenvolvidas com conteúdos científicos / académicos / educativos, relacionados com a temática.

Neste momento, já é possível descarregar e reutilizar todo o material de comunicação promocional, produzido no âmbito do grupo de trabalho de divulgação do projeto RCAAP, por todas as instituições, públicas ou privadas, com especial destaque para a magazine, o banner e assinatura de email.

A nível internacional, os eventos que irão decorrer serão divulgados em www.openaccessweek.org.

Todas as iniciativas são importantes, interessantes e todas ocupam o seu lugar de destaque.

Consultem-nos e sigam-nos em:

Perguntem-nos ou informem-nos em:
 
  • Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
  • Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Call 8 - SARI

Quinta, 03 Outubro 2013 16:10

Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais do RCAAP

Período de manifestações de interesse e candidaturas

Informam-se todas as instituições do sistema científico e de ensino superior nacional que, de 4 de outubro a 28 de outubro de 2013, se encontra aberta a oitava CALL para apresentação de candidaturas para a criação de repositório institucional em regime de SARI (Serviço de Alojamento de Repositório Institucional) do RCAAP (Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal).

O SARI destina-se a ser utilizado, gratuitamente, por qualquer das instituições do sistema científico e do ensino superior para alojamento do seu repositório com individualização de identidade corporativa própria. O SARI oferece o conjunto de serviços associados ao alojamento dos repositórios, como a gestão e manutenção da infra-estrutura (equipamentos e aplicações necessárias ao funcionamento do repositório), garantindo a sua disponibilidade e funcionalidade para as instituições, cópias de segurança dos conteúdos depositados nos repositórios, serviço de apoio (helpdesk) à utilização da infra-estrutura, etc. 

A operação e manutenção da infra-estrutura é da responsabilidade da equipa do serviço RCAAP. Mas a operação e gestão de cada repositório é da responsabilidade da instituição a que está associado. Nesse sentido, no processo de adesão ao serviço SARI, para além de apoio à configuração inicial, as instituições recebem também formação básica para gestores e administradores de repositórios.

As instituições que estejam interessadas em alojar os seus repositórios institucionais no serviço SARI deverão, até ao dia 28 de Outubro de 2013, comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio electrónico para o endereço info @ rcaap.pt, com os seguintes elementos:

1 – Nome da instituição;

2 – Breve caracterização da instituição - 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a instituição, nomeadamente: número de docentes/investigadores, dimensão aproximada da produção científica em 2010 – nº de artigos em revistas, nº de teses e dissertações, nº de comunicações em conferências, etc. -, número de artigos indexados em cada um dos três anos anteriores à candidatura nas bases referenciais Wok e no Scopus, principais áreas científicas, existência de repositório(s) ou sistema(s) de informação semelhantes na instituição, e quaisquer outros elementos considerados importantes;

3 – Identificação e contactos do responsável institucional pelo projecto de alojamento

Da análise das manifestações de interesse resultará a selecção de 2 (duas) candidaturas para passarem a integrar o serviço SARI.

Serão considerados dois critérios de elegibilidade: 1) o histórico de produção 2) o número de documentos disponíveis para depósito. O primeiro critério determina que a instituição candidata tenha X ou mais artigos indexados numa base referencial de referência (Scopus ou Wok) num dos três anos que antecedem a candidatura. O segundo critério requer que as instituições candidatas cumpram com os valores mínimos de documentos para constituição do SARI. Para o efeito são fornecidas duas alternativas: a) a instituição possuiu Z documentos para depósito imediato; b) a instituição depositou Y documentos no repositório comum ou num repositório local nos últimos 12 (doze) meses.

Os valores de referência para X, Z e Y são, respectivamente 25, 500 e 200.

Em síntese são considerados critérios essenciais os seguintes:

  1. Histórico de produção: média > X artigos/ano (indexados em fontes de referência)
  2. Valores mínimos (threshold):

a)       Z documentos disponíveis para depósito (SARI imediato);

b)        Y documentos em RI (local ou comum) em 12 meses; ou

A candidatura é considerada elegível se se verificar o critério 1 e ainda se se cumprir uma das alíneas do critério 2.

No processo de selecção serão ainda considerados factores como a tipologia, dimensão e localização geográfica procurando-se garantir alguma diversidade nas instituições seleccionadas.

Os resultados serão comunicados a todas as instituições que apresentem manifestações de interesse. As instituições que não sejam seleccionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que integrará a próxima fase de manifestações de interesse, para a selecção de mais instituições, que previsivelmente ocorrerá durante o próximo ano.

Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projecto RCAAP através do endereço info @ rcaap.pt.

 

Sobre o RCAAP

Os Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal são um serviço operado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I. P.. A execução do projecto conta ainda com a participação científica e técnica da Universidade do Minho.

O RCAAP visa aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da actividade académica e de investigação científica nacional e facilitar o acesso à informação sobre a produção científica nacional em regime de “open access” bem como integrar Portugal num conjunto de iniciativas internacionais neste domínio. O Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais (SARI) é um dos componentes essenciais dos Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal.